|- A carência de micronutrientes, conhecida como fome oculta, acima citada, afeta cerca de um terço da população mundial e está relacionada principalmente à deficiência de ferro, zinco, iodo e vitamina A.

             A fome oculta recebe essa nomenclatura por se instalar de forma silenciosa, sem sinais clínicos aparentes. Entretanto, mesmo que o quadro não seja avançado, ela já é capaz de causar danos relevantes à saúde, aos sistemas de saúde e à sociedade.De modo geral, a desnutrição infantil resulta em retardo do crescimento, subdesenvolvimento físico e mental e aumento da mortalidade.

Os homens estão mais preocupadas, com as questões de saúde aliadas a estética corporal do que as mulheres.

|- Flora Intestinal

 

             Balanceada para pele saudável. Quando as “bactérias boas” estão em desvantagem, pode haver crescimento de bactérias ruins e fungos que gerarão toxinas. As toxinas presas no intestino aumentam a celulite e acne.

 

|- Fibras

 

             As fibras, apesar de não serem digeridas pelo organismo, ajudam a regularizar o funcionamento do intestino, reduzindo o tempo de contato de substâncias nocivas com a parede do intestino grosso.

|- Organização Mundial da Saúde,  mostram que 85% da população vai viver, pelo menos uma vez na vida, com dores nas costas.

 

 

|- O hábito de ingerir alimentos saudáveis e equilibrados ao organismo é essencial para atingir o bem-estar

 

|- Equilíbrio Alimentar

 

             A dinâmica da sociedade moderna, além de problemas psicológicos como depressão e estresse, acarreta também em contrapartida, problemas físico-orgânicos, que estão estritamente ligados a má qualidade da alimentação que ingerimos no dia-a-dia.

 

             Hoje, é de fundamental importância o conhecimento das propriedades minerais e vitamínicos dos alimentos, evitando dessa forma a ingestão desorganizada de nutrientes e restaurando o equilíbrio do organismo.

|- Alimentação Saudável

 

             A adoção de uma alimentação saudável previne o surgimento de doenças crônicas e melhora a qualidade de vida. Frutas, verduras, legumes e cereais integrais contêm vitaminas, fibras e outros compostos, que auxiliam as defesas naturais do corpo e devem ser ingeridos com frequência.

|- A Fome Oculta

 

             A síndrome da fome oculta ocorre pela perda de nutrientes armazenados no organismo, perda essa causada pela má alimentação dos indivíduos. Não há sintoma no primeiro estágio, pois a síndrome não compromete o rendimento corpóreo. Posteriormente começam a aparecer sintomas como contração dos músculos, câimbras, irritação, fraqueza, exaustão, cansaço, sangramento vaginal, queda de cabelo e outros.

Caixa de texto: |- Vitaminas em Comprimidos
	
	A ingestão de vitaminas em comprimidos não substitui uma boa alimentação. Os nutrientes protetores só funcionam quando consumidos por meio dos alimentos. O uso de vitaminas e outros nutrientes isolados na forma de suplementos não é recomendável para prevenção do câncer. 

|- Hábitos Alimentares
	
	Os bons hábitos alimentares vão funcionar como fator protetor se forem adotados ao longo da vida. Nesse aspecto devem ser valorizados e incentivados antigos hábitos alimentares do brasileiro, como o consumo de arroz com feijão.

|- Carência Nutritiva

 

             Os meios de comunicações de massa vivem noticiando em que pé anda a carência nutritiva da população mundial, enfatizando que: 

" Dois bilhões dos quase seis bilhões de habitantes no planeta têm deficiência de uma ou mais vitaminas, e mais, a maioria dessa gente está no Terceiro Mundo e, no prato dos pobres, não faltam apenas vitaminas - falta comida mesmo, com todo tipo de nutriente. Mas o fato é que outro bilhão da população padece da chamada fome oculta, são aquelas pessoas, que apesar de terem uma mesa farta, seu organismo funciona aos trancos e barrancos por falta de vitamina. E essa falta não é sentida pela sensação de estômago vazio. Por isso ser a fome oculta". 

|- Redes Sociais
|- GWC

|- Vida Saudável, algumas dicas para se manter uma vida saudável e ganhar alguns anos de vida. Dicas que no fundo todos nós já conhecemos, mas que muita gente deixa de seguir.

GWC
GWC
GWC

Portal GWC |  Seu Portal Eco– Cultural– Informativo e Comercial  | Grupo Web de Comunicação| RTBG | Revista Teen Boys e Girls |GSC - Guias de Serviços Cidades

|- Alimentação

|- Notícias

|- A Fome no Mundo

|- Flora Intestinal

|- Aprovadíssimo

 

             Especialmente no inverno é uma ótima pedida e quando a preparação trás benefícios à saúde. Confira algumas receitas, que podem aquecer suas noites, proporcionando bem-estar e saúde!

 

|- Benefícios do feijão

 

             Ele é fonte de vitaminas B1, B2, B3 e B9, é rico em proteínas e minerais (potássio, ferro, fósforo, cálcio, cobre, zinco e magnésio), faz bem para o intestino, melhora o sistema nervoso e ajuda a crescer.

|- IMC

      Dizer que um IMC a partir de 30 significa obesidade é suficiente? Nessa população vai ter obeso de verdade, mas também uma população com boa condição física, com muita massa magra. Não dá para colocar o IMC como grande definidor de prognóstico dos pacientes.

      Cada situação deve ser avaliada como tal.

             A síndrome se manifesta principalmente em pessoas que fazem dietas alimentares rigorosas, em pessoas que fazem exercícios físicos e em obesos. Tais pessoas cortam consideravelmente algum grupo alimentar com a intenção de perder peso provocando, assim, a carência de determinados nutrientes. De difícil diagnóstico, a síndrome da fome oculta é bastante confundida com outros transtornos alimentares como compulsão alimentar (já que o indivíduo come e ainda sente necessidade de comer), anorexia e desnutrição, já que os alimentos consumidos não possuem quantidade necessária de vitaminas e sais minerais.

             As pessoas que se alimentam fora de casa ou aquelas que não conseguem preparar alimentos naturais e saudáveis por falta de tempo precisam dar preferência a restaurantes self service, pois é possível escolher alimentos assados, cozidos e in-natura, evitando frituras e alimentos congelados.

             A síndrome da fome oculta provoca problemas no sistema imunitário e no desenvolvimento do indivíduo, fazendo com que, nesse período o indivíduo permaneça frágil quanto à ação de vírus, bactérias e outros.

Caixa de texto: GSC
Guia de Serviços  Cidades

             Dentre os adultos, as maiores conseqüências são letargia, diminuição da capacidade física e reprodutiva, declínio da função cognitiva e debilidade imunológica. Nesse sentido, a fome e a desnutrição são fatores que impedem o desenvolvimento econômico e social de comunidades e grandes nações.

             Os custos envolvidos no tratamento e no gerenciamento das consequências da desnutrição, sejam eles medidos em termos humanos, fiscais ou econômicos, são extremamente elevados. Por outro lado, os especialistas defendem que os valores necessários para a prevenção da desnutrição são baixos.

             As ações governamentais e investimentos em nutrição são justificáveis, não apenas por questões morais, mas também pela redução de despesas com saúde, aumento da produtividade e conseqüente crescimento econômico e social.

|- Saladas

 

             Um prato que não pode faltar, quando se segue uma dieta equilibrada, é o de saladas. Tratando-se do assunto, dieta é rotina na vida de muita gente, principalmente quando é necessário atingir um objetivo relacionado à saúde.

            

             E não é novidade que verduras e legumes são a base de uma salada nutritiva, porém, não são ingredientes apreciados por todos, o que pode ocasionar dificuldade para seguir regularmente uma alimentação balanceada.

                Mas será que é possível deixar a sua salada mais atrativa e gostosa sem perder seus benefícios nutricionais? A resposta é sim. O ideal é incluir molhos à base de suco de frutas, azeites e ervas, e utilizar outros artifícios como mesclar uso de folhas, dividindo a composição entre folhas suaves e amargas. Também vale incluir frutas, frutos secos, oleaginosas (nozes, castanhas) e fontes de proteína, que ajudam a aumentar a aceitação dos pratos.

                Outro fator importante é utilizar ao menos um alimento de cada grupo alimentar. Entre os grupos temos:

 

             Carboidratos (pães, batata, mandioca, cará, inhame, mandioquinha, milho);

Proteína de origem animal (frango desfiado, peito de peru, atum, sardinha, ovo cozido, queijo magro ou ricota);

 

             Leguminosas ou proteínas de origem vegetal (lentilha, ervilha partida, grão-de-bico);

Legumes (brócolis cozido, cenoura, beterraba, palmito, pepino, tomate)

 

             Gorduras (óleos e azeites)

             O ideal é que todas as refeições sejam equilibradas nutricionalmente, e quando as saladas são o único prato da refeição, devem ser compostas em quantidade e diversidade balanceadas. Para isso, a composição adequada deve conter ao menos um alimento de cada grupo, sendo eles carboidratos, proteínas, gorduras, fibras e minerais.

                Para entender melhor, uma salada de batata não é uma refeição equilibrada, devido à quantidade de carboidrato presente neste alimento. Contudo, se o prato for composto por agrião, alface, iscas de peito de frango, cenoura ralada, milho, ervilha partida, tomate e cebola, regados a azeite extra virgem, pode se tornar uma refeição completa.

 

                Combine alimentos de cada um dos grupos e monte seu próprio cardápio. Faça pratos coloridos, compre produtos da safra (melhor qualidade, maior disponibilidade e melhor preço), varie as folhas utilizadas, evite monotonia alimentar. Além disso, você também pode incluir saladas em lanches para que se tornem mais nutritivos.

|- 10 Passos para uma alimentação Saudável

 

                         

             Verifique os 10 passos para promover uma alimentação saudável, e escolha aqueles que podem trazer variedade e mudança de qualidade em sua alimentação e na sua vida.

 

1. Aumente e varie o consumo de frutas, legumes e verduras. Elas são ricas em  vitaminas, minerais e fibras. As vitaminas e  minerais colaboram na manutenção e no bom funcionamento do organismo. E as fibras regulam o funcionamento intestinal, dão sensação de saciedade, e podem atuar prevenindo várias doenças.

2. Coma feijão pelo menos 1 vez ao dia. Varie os tipos de feijões usados e as formas de preparo. Use também outros tipos de leguminosas como soja, grão-de-bico, lentilha, etc. Coma feijão com arroz na proporção de 1 para 2. Esse prato brasileiro é uma combinação completa de proteínas e bom para a saúde!

3. Reduza o consumo de sal. Tire o saleiro da mesa. O sódio é essencial para o bom funcionamento do organismo, mas o excesso pode levar ao aumento da pressão do sangue (hipertensão), e outras doenças. Evite temperos prontos, alimentos enlatados e embutidos. Use ervas frescas para realçar o sabor.

4. Reduza o consumo de alimentos gordurosos, como carnes com gordura aparente, salsicha, mortadela, frituras e salgadinhos, para no máximo 1 vez por semana. Prefira os alimentos cozidos ou assados, leite e iogurte desnatados e queijos brancos.

5. Faça pelo menos 4 refeições por dia: café da manhã, almoço, jantar e os lanches! Não pule as refeições. Para lanche e sobremesa prefira frutas.

6. Mantenha o seu peso dentro dos limites saudáveis – veja se seu IMC (Índice de Massa Corpórea) está entre 18,5 a 24,9kg/m2. O IMC mostra se seu peso está adequado para a sua altura.

7. Consuma com moderação alimentos ricos em açúcar, como doces, bolos, e biscoitos. Prefira os cereais integrais.

8. Aprecie sua refeição e coma devagar. Faça de sua refeição um ponto de encontro com a família. Não se alimente assistindo TV ou lendo livros e revistas. Reserve um tempo do seu dia para as refeições fazendo delas, momentos de muito prazer!

9. Beba água!

      Muita água! 60% do nosso corpo é formado por água! Portanto, beba em média 2 litros de água (6-8 copos) por dia. Consuma com moderação bebidas alcoólicas e refrigerantes. 1ml de álcool fornece 7kcal!! Prefira sucos de fruta fresca ou polpa congelada.

10. Seja ativo!

Acumule pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias. Caminhe pelo seu bairro, suba escadas, jogue bola, dance, enfim, mexa-se!!

 

 

Atenção:

· Comece com os passos que você avalia que são mais fáceis de adotar no seu hábito alimentar e de sua família. Procure segui-lo todos os dias.

 

· O hábito se adquire com constância e persistência e é uma questão de tempo.

· Quando sentir que o passo já faz parte da sua rotina, siga para o próximo passo.

 

· A alimentação saudável pode e deve ser gostosa. Consulte receitas para facilitar o consumo dos alimentos que vão fazer parte dos seus novos hábitos.

 

 

             Consulte sempre sua nutricionista clínica ou médico sobre quais alimentos são indicados em seu caso.

Copyright 2010-2016 | Todos os direitos reservados | GWC | GSI | RTBG | Designer by GWC Editora | Publicidade | Assessoria
Fotos, imagens e vídeos meramente para divulgação | Reportagens são de responsabilidade dos seus idealizadores. O conteúdo, imagens, informações de empresas e pessoas físicas anunciados no portal, são de responsabilidade de seus anunciantes.    É proibida a reprodução parcial ou total do conteúdo, imagens, sistema de trabalho ou qualquer parte da propriedade intelectual do
Portal, sob pena da lei de Direitos Autorais. Todos os Blog|Sites “linkados” fazem parte do Grupo Web de Comunicação. -
Comunicar erro nesta página  - Telefone Comercial + 55 (13) - 99667-0140

 

 Grupo Web de Comunicação - Recebe indicação Melhores do ano de 2013 - Categoria - Comunicação Portal Notícias - Agradecemos esse sucesso, a você Leitor. Nosso muito obrigado!


Acontece


Cabelos


Celebridades


Cozinha


Estações


Estética


Gatos


Gatas


Leitor


Beleza


Mix


O.N.D.A


Primeiro

Encontro


Saúde


Sexualidade


Moda


UP-Cultural


Viagem


Vídeo Music


Séries e Cines